Amor

•27/09/2009 • Deixe um comentário

O Amor, é algo que realmente muda com a vida das pessoas, é incrível como passamos a ver a beleza em todas  as coisas, às cores têm mais vida,  quando estamos apaixonados podemos ser nós mesmos, sem precisar fingir o que não existe. Eu nem sei dizer como isso aconteceu, já que o amor é como o vento, ninguém o vê apenas o sentimos, o que temos que fazer é simplesmente vivê-lo intensamente. Pensar em viver sem você é uma dor terrível, é algo que fere sem me tocar, você tem o dom de  transformar minhas tristezas em alegrias com apenas um olhar, com um abraço, um beijo.  Como diria Drummond “O amor antigo vive se si mesmo, não de cultivo alheio ou de presença. Nada exige, nem pede…” Meu amor por você é assim, recíproco, puro e verdadeiro.

Sei que tudo pode mudar, que pode ser uma fase, mas meu amor por você é por toda a eternidade.

Eu te amo!

Dedicado à João Gabriel Bellon

Camila Mayara Castro

Emotions

•23/09/2009 • Deixe um comentário

You’ve got me feeling emotions
Deeper than I’ve ever dreamed of
You’ve got me feeling emotions
Higher than the heavens above

I feel good
I feel nice
I’ve never felt so satisfied

I’m in love…
I’m alive
Intoxicated
Flying high
It feels like a dream
When you touch me tenderly
I don’t know if it’s real
But I like the way I feel Inside

In the morning
When I rise
You are the first thing
On my mind
And in the middle
Of the night
I feel your heartbeat
next to mine
It feels like a dream
When you love me tenderly
I don’t know if you’re for real
But I like the way I feel Inside

You know the way to make me
lose control
When you’re looking into my eyes
You make me feel so high

Dedicado à João Gabriel Bellon.

Eu to viva ok?

•22/09/2009 • Deixe um comentário

Ahhh ooooiaii *-*

Eu to viva, só não andava muito animada com o blog, mas recebi um choque de energia agora que até deu vontade de postar. Minha vida anda tão corrida, estudando no maior gás para o cursinho, não vejo a hora que chegue o vestibular. Lembram-se do post que eu tava contando sobre a endometriose? Fui na médica e to curada gente *-* saiu, sumiu tudooooooo, nem vo precisar fazer cirurgia, porém os efeitos colaterais da vacina só vai passar la por novembro, mas whatever, to nem ai *-* hahahahaha

Comecei a assistir True Blood, e vi as duas temporadas em 1 semana, eeeeita vício hauehauaeha.

Muita coisa mudou na minha vida pessoal, terminei um relacionamento, fiquei alguns meses sozinha e agora uma pessoa especial apareceu, e a cada dia que passa me sinto mais feliz, mais radiante *-*

É isso, vou voltar mais vezes =D

:*

Harry Potter e o Enígma do Príncipe

•22/07/2009 • Deixe um comentário

Oiai =]

Hoje vou falar de Harry Potter *o*

Harry Potter e o Enígma do Príncipe.

Sinopse: Enquanto comemora seis anos como aluno da escola Hogwarts, Harry Potter descobre um antigo livro com uma misteriosa mensagem: ”Este livro pertente ao príncipe sangue-ruim” (Half-Blood, que na história se refere aqueles que têm sangue meio bruxo, meio trouxa). Ao ler aquilo, Harry começa a aprender um pouco mais sobre o passado sombrio de Lord Voldemort.

Harry Potter foi o segundo filme que eu mais esperei depois do Cálice de Fogo que me decepcionou muito e também pelo tempo que demoraram a lançar né, 2 anos se eu não me engano. Fui no cinema esperando que esse filme também me decepcionasse. Mas não, foi melhor do que eu esperava, achei boas partes bem fieis ao livro.  Até a parte dos passarinhos conjurados pela Hermione achei que não teria, mas teve =D. Claro que mudaram algumas coisas também, mas como é uma adaptação do livro mesmo achei que não foi ruim. Não cortaram taaaaantas coisas assim. Dá para assistir tranquilo, e fiquei com vontade de assistir de novo *-*

Bençãos a todos 🙂

Mia.

Carta de uma Bruxa

•18/07/2009 • 1 Comentário

Oiai

Me desculpem pela demora, estão acontecendo muitas coisas na minha vida, e infelizmente são chatas, ai estava meio desanimada para postar. But, I’m Back =D

Mas enfim, vamos ao que interessa, eu sou daqueles pessoas muito ligadas à religião, não daquelas religiosas fervorosas, mas sempre estou ligada aos Deuses. Era católica por causa da minha família, mas quando entrei na minha adolescência descobri uma nova paixão, o Paganismo. E agora, no fim da minha adolescência descobri que tinha um dom da mediunidade, portanto também sou espírita, e ambas as religiões não se afastam, muito pelo contrário, se completam.  E infelizmente, pela ignorância das pessoas, é algo que também descriminam, pois essas mesmas pessoas acreditam que apenas o Cristianismo é algo normal, e o resto é coisa do mal, do demônio, principalmente pelo fato do que a Igreja dizem das bruxas.

Eu estava navegando pelo Bruxaria.net e vi essa carta feito a muito tempo por uma Bruxa, achei super interessante e mostra que não somos dignas de ser jogadas no fogo como muita gente acha, que não somos malvadas como os desenhos da Disney.

Eu sou uma bruxa. Não trabalho para o demônio, não estou interessada no Satã. Satã foi inventado pelos cristãos. Satanismo é uma forma de cristianismo. Eu não sou um cristão.

Eu não vou a igreja aos domingos. Eu não temo ir para o inferno porque eu acredito no inferno tanto quanto acredito no Satã.

Eu acredito em reencarnação; que voltarei para este mundo ou outro, e viverei outra vida.

Eu não sou má. Dizer as pessoas que eu sou uma “boa bruxa” ou perguntar me se sou uma boa bruxa implica que há más bruxas. Há pessoas más no mundo , e há pessoas que escolhem usar com as forças da natureza no propósito para fazer mal aos outros; essas pessoas não são bruxas. A lei principal da bruxa é “Faça o que quiseres sem a ninguém prejudicar”.

Por favor não me pergunte sobre sacrifício de gatos ou profanação igrejas. Eu amo meus gatos. E eu não vou a igrejas e sinagogas a menos um amigo de outra religião me convide para uma ocasião especial. E se tenho que entrar numa igreja, eu não vou sofrer um “ataque divino”. E se um cristão, ou um Judeu, ou um budista vem a um ritual pagão, nossos deuses não atacarão até morrer. Não é isso algo a se pensar?

Vestir um pentáculo não é diferente que vestir uma cruz, crucifixo ou uma estrela de Davi. Se você quer que eu retire o símbolo da minha religião (e Wicca é uma religião, protegida pela mesma Primeira Emenda dos Direitos como outras religiões.) por que é ofensivo, você precisa fazer com que cada um de cada religião o faça também. Os cinco pontos da estrela simbolizam os cinco elementos: Terra, Ar, Fogo e Água, e o quinto ponto é o Espírito. Circundado pelo Mundo. Como que pode ofender, não dá para imaginar. Uma imagem de um torturado, um homem agonizando é mais ofensiva, e mesmo assim, milhares de pessoas usam crucifixos todo dia.

Também, não me pergunte se eu estou num coven com aquele jeito horripilante, meio aquele tom de voz “fascinada”. Se eu quero falar sobre meu coven, eu irei educá-la. Se sou um praticante solitário, eu não tenho coven para discutir.

Em qualquer caso, em nossos rituais temos velas, comida, bebida, poesias, dança…sim, há uma faca, mas ela só corta o ar, e não carne de alguém.

Eu não bebo sangue. Não sou a mesma coisa que vampiro. Eu visto preto porque isso mantém a negatividade fora e porque fica melhor em mim que laranja e bolinhas roxo/púrpura.

Se você quer me perguntar algo relacionado a minha religião, pergunte-me quando a próxima lua cheia vai chegar. Ou melhor, quando a próxima lua azul vai chegar. Ou pergunte o que a lua azul. E Pergunte-me sobre ervas. Cristais. Curas. As vezes me pedem para fazer uma poção do amor. Mas eu não lanço feitiços em outras pessoas e não lançarei um feitiço em você para ficar linda, magra, mais atraente . E eu não vou lançar um feitiço no seu “desejado” para fazer ele te amar . Acredite-me, você não quer isso. Isso é forma de manipulação , mandar em alguém , infringe na sua liberdade. Não é bom para ninguém.

E também não vou lançar um feitiço para alguém parar de fazer algo contigo. Magia funciona como uma co-criação. Uma bruxa funciona com energia universal, com os deuses, “inclinando” a máquina de probabilidade para algo.

Precisa de dinheiro? Não tente enfeitiçar seu chefe a dar um aumento. Simplesmente peça ao Universo que aumente os “fluidos” de abundância e prosperidade em sua direção . Isso não afeta ninguém.

Última coisa; dar-me um livro sobre a inquisição é como dar um livro sobre o Holocausto a um judeu. Não é engraçado, é rude.

Por favor não tente me deixar envergonhada com o que faço ou o que sou. Por favor não tente me converter ou me “salvar”. Não atire água benta em mim.

Não me deixe “santinhos” sobre minha mesa ou pára-brisa. Eu não necessito ser salva.

Nós somos orgulhosas pelo fato de não precisarmos recrutar pessoas para serem bruxas. Nós simplesmente somos, e todos a nossa volta nos verão como pensamos, como agimos, na nossa paz interior, e só quando uma pessoa diz “como faço para me tornar um bruxa?” nós fazemos ela adentrar conosco.

Eu nunca irei deixar uma propaganda da religião com alguém. Eu não tenho uma propaganda, a não ser que considere esta carta como uma. E eu não estou interessada em convertê-lo. Eu só peço a você que me compreenda. E se não quiser me compreender, apenas me deixe sozinha.

Abençoados sejam,
Uma bruxa

Compreensível né? =D Não tenho nem comentários depois de ter lido.

É isso, depois volto para falar de Harry Potter *-*

Beijos,

Mia.

Diga NÃO à Homofobia!

•09/07/2009 • 3 Comentários

Oiai =D

Desculpem o sumiço, e obrigada pelos comentários de apoio, significa muito pra mim, graças a Deus já estou melhor.

Estava eu toda linda e garbosa (ui) auhuhaaiueaui passeando pelo youtube, e vi esse vídeo super interessante feito por Brasileiros contra à Homofobia. Deixando claro que não sou homossexual, mas tenho vários amigos que são, e sei o que eles passam com gente ignorante digamos assim. Homossexuais são pessoas como a gente, normais, não merecem serem tratados diferente.

muah :*

Mia.

Altos e Baixos da vida…

•01/07/2009 • 5 Comentários

Oiai

Existem coisas da vida que não tem como esquecer, é mesma coisa que aprender a andar de bicicleta pela primeira vez, descobrir uma doença é assim.

A Endometriose é uma doença que acomete as mulheres em idade reprodutiva e que consiste na presença de endométrio em locais fora do útero. Endométrio é a camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação.  Os locais mais comuns da endometriose são: Fundo de Saco de Douglas ( atrás do útero ), septo reto-vaginal (tecido entre a vagina e o reto ), trompas, ovários, superfície do reto, ligamentos do útero, bexiga, e parede da pélvis. Seus principais sintomas podem sercólica menstrual intensa, dor abdominal à relação sexual, dor no intestino na época das menstruações ou uma mistura destes sintomas. Aproximadamente 20% das mulheres tem apenas dor, 60% tem dor e infertilidade e 20% apenas infertilidade.

Para descobrir se há a doença ou não é realizada uma cirurgia chamada video-laparoscopia que é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva realizada por auxílio de uma endocâmera (vídeo) no abdomen (laparo)

Para criar o espaço necessário as manobras cirúrgicas e adequada visualização das visceras abdominais a cavidade peritonial é insuflada com gás carbônico. O intrumental cirúrgico e a endocâmera entram na cavidade através de trocaters, que são como tubos com válvulas para permitir a entrada de CO² e dos intrumentos sem a saída de gás, que são introduzidos através de pequenas incisões na pele (i.e. 5 a 14 mm).

Lembro como se fosse ontem quando tive minha primeira menstruação, aconteceu na casa da minha avó e eu tinha 11 anos, fui ao banheiro e vi uma manchinha de sangue na calcinha e me desesperei hahaha, chamei minha mae, que viu, chamou meu pai, que chamou a família inteira pra vê que a neta mais velha estava virando mocinha. Muita coisa mudou, como não poder andar descalça, sentar no chão e tomar outras friagens, mas as dores que eu sentia eram insuportáveis, era coisas de outro mundo, vontade de pular janela abaixo e morder o travesseiro. Remédios? Pff, Ponstan de 500 mg comigo não funcionava, tinha que descer 2 comprimidos de uma vez, passei longos 7 anos da minha vida assim, ficava completamente inutilizada uma vez por mês, sem sentir as pernas ou as costas, parecia que meu corpo só existia do pescoço pra cima. Até que fui na médica certa vez, e ela tava com suspeitas que eu tivesse endometriose, me recomendou para um colega dela especializado nisso, marquei consulta, e depois da 3ª consulta ele falou que tinha que fazer uma cirurgia chamada video-laparoscopia. Meu Deus, meu mundo caiu, eu NUNCA tinha feito uma cirurgia na vida, ainda mais uma com um nome tão estranho, fiquei morrendo de medo, mas não demonstrava a ninguém meus sinais de fraqueza, ai dia 13 de Dezembro de 2007 fiz a bendita cirurgia, não tinha medo de agulhas, só de acabar descobrindo que a doença realmente existia, depois de 3h de operação, fui levada pro quarto e meu pior medo aconteceu: eu tinha endometriose, meus intentinos tinham aderência que meu médico arrumou no centro cirurgico mesmo, passei 2 dias internada, quase morrendo de gases e dores nas cicatrizes no abdômen. Ele me deu alta e eu fui pra casa, para tomar uma pílula para que eu nao menstruasse mais, os meses foi passando, e no comecinho de março desse ano tive uma hemorragia, fui internada de novo, passei mais 2 dias lá com hemorragia e dor, mta dor… Tive que trocar o anticoncepcional com uma alta dosagem de hormônio, graças a Deus nunca mais fui internada, sinto dores fortes as vezes, mas sem sangramento, o pior é que esse remédio tem efeitos colaterais fortes por causa dos hormonios, eu engordei, tenho bolinhas vermelhas pelo corpo todo e tive que fazer tratamento com dermatologista, comecei a tomar em Dezembro do ano passado uma injeção chamada Zoladex, aplicada na barriga, e eu teria que tomar de 3 em 3 meses. Agora em junho tomei a última, e estou sofrendo os efeitos colaterais, que pra mim é o pior de todos, dores nas benditas articulações, esse post demorou bastante pra sair porque estou digitando com os braços retos, não consigo dobrá-los :x. É difícil, se eu tivesse inimigos, não desejaria isso para eles. Não desejo isso pra ninguém. Estou me curando disso graças aquele bom Deus.

Me desculpem o post grande, mas precisava desabafar.

Beijos,

Mia.