Altos e Baixos da vida…

Oiai

Existem coisas da vida que não tem como esquecer, é mesma coisa que aprender a andar de bicicleta pela primeira vez, descobrir uma doença é assim.

A Endometriose é uma doença que acomete as mulheres em idade reprodutiva e que consiste na presença de endométrio em locais fora do útero. Endométrio é a camada interna do útero que é renovada mensalmente pela menstruação.  Os locais mais comuns da endometriose são: Fundo de Saco de Douglas ( atrás do útero ), septo reto-vaginal (tecido entre a vagina e o reto ), trompas, ovários, superfície do reto, ligamentos do útero, bexiga, e parede da pélvis. Seus principais sintomas podem sercólica menstrual intensa, dor abdominal à relação sexual, dor no intestino na época das menstruações ou uma mistura destes sintomas. Aproximadamente 20% das mulheres tem apenas dor, 60% tem dor e infertilidade e 20% apenas infertilidade.

Para descobrir se há a doença ou não é realizada uma cirurgia chamada video-laparoscopia que é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva realizada por auxílio de uma endocâmera (vídeo) no abdomen (laparo)

Para criar o espaço necessário as manobras cirúrgicas e adequada visualização das visceras abdominais a cavidade peritonial é insuflada com gás carbônico. O intrumental cirúrgico e a endocâmera entram na cavidade através de trocaters, que são como tubos com válvulas para permitir a entrada de CO² e dos intrumentos sem a saída de gás, que são introduzidos através de pequenas incisões na pele (i.e. 5 a 14 mm).

Lembro como se fosse ontem quando tive minha primeira menstruação, aconteceu na casa da minha avó e eu tinha 11 anos, fui ao banheiro e vi uma manchinha de sangue na calcinha e me desesperei hahaha, chamei minha mae, que viu, chamou meu pai, que chamou a família inteira pra vê que a neta mais velha estava virando mocinha. Muita coisa mudou, como não poder andar descalça, sentar no chão e tomar outras friagens, mas as dores que eu sentia eram insuportáveis, era coisas de outro mundo, vontade de pular janela abaixo e morder o travesseiro. Remédios? Pff, Ponstan de 500 mg comigo não funcionava, tinha que descer 2 comprimidos de uma vez, passei longos 7 anos da minha vida assim, ficava completamente inutilizada uma vez por mês, sem sentir as pernas ou as costas, parecia que meu corpo só existia do pescoço pra cima. Até que fui na médica certa vez, e ela tava com suspeitas que eu tivesse endometriose, me recomendou para um colega dela especializado nisso, marquei consulta, e depois da 3ª consulta ele falou que tinha que fazer uma cirurgia chamada video-laparoscopia. Meu Deus, meu mundo caiu, eu NUNCA tinha feito uma cirurgia na vida, ainda mais uma com um nome tão estranho, fiquei morrendo de medo, mas não demonstrava a ninguém meus sinais de fraqueza, ai dia 13 de Dezembro de 2007 fiz a bendita cirurgia, não tinha medo de agulhas, só de acabar descobrindo que a doença realmente existia, depois de 3h de operação, fui levada pro quarto e meu pior medo aconteceu: eu tinha endometriose, meus intentinos tinham aderência que meu médico arrumou no centro cirurgico mesmo, passei 2 dias internada, quase morrendo de gases e dores nas cicatrizes no abdômen. Ele me deu alta e eu fui pra casa, para tomar uma pílula para que eu nao menstruasse mais, os meses foi passando, e no comecinho de março desse ano tive uma hemorragia, fui internada de novo, passei mais 2 dias lá com hemorragia e dor, mta dor… Tive que trocar o anticoncepcional com uma alta dosagem de hormônio, graças a Deus nunca mais fui internada, sinto dores fortes as vezes, mas sem sangramento, o pior é que esse remédio tem efeitos colaterais fortes por causa dos hormonios, eu engordei, tenho bolinhas vermelhas pelo corpo todo e tive que fazer tratamento com dermatologista, comecei a tomar em Dezembro do ano passado uma injeção chamada Zoladex, aplicada na barriga, e eu teria que tomar de 3 em 3 meses. Agora em junho tomei a última, e estou sofrendo os efeitos colaterais, que pra mim é o pior de todos, dores nas benditas articulações, esse post demorou bastante pra sair porque estou digitando com os braços retos, não consigo dobrá-los :x. É difícil, se eu tivesse inimigos, não desejaria isso para eles. Não desejo isso pra ninguém. Estou me curando disso graças aquele bom Deus.

Me desculpem o post grande, mas precisava desabafar.

Beijos,

Mia.

Anúncios

~ por ladysolace em 01/07/2009.

5 Respostas to “Altos e Baixos da vida…”

  1. Nossa que luta hein 😦
    Eu no começo não tinha cólicas.. agora tenho e são fortes, as vezes fico até de cama com uma bolsinha de água e tomando chá de camomila rs..

    Eu fiz a besteira de tomar anticoncepcional daqueles injetaveis e agora meu período está maluco.. no começo do ano eu fiquei 45 dias menstruada, foi horrível, sentindo muitas colicas… dai parei de tomar e agora tá td maluco…

    Vou ao médico pra consultar e saber mais sobre isso.

    Bjos e fica bem ^^

  2. Olá Mia. Só de olhar a foto, ficquei com arrepios. Eu não sabia da existencia dessa doença, e acretido no sofrimento que deve trazer, nãosó essa, mas comoqualquer tipo de enfermidade, nas pessoas… Eu nunca tive problemas com a minha menstruação, nem depois de começar a tomar rémedios,,,
    =]
    Beijos

  3. Oi, é a primeira vez aqui no seu blog.. que história, eu nem sequer sabia desta doença, mas desejo à você toda saúde do mundo e que papai do céu te ajude a passar por esta fase complicada!
    bjos

  4. oi mia gostaria de dizer que vc não esta sozinha nessa eu tambem tenho endometriose tenho apenas18 anos e estou fazendo tratamento com zoladex tenho nausias dores de cabeça sem contar o calor estontiante que parece não ter fim gostaria de deixar um blog onde faço parte e de mulheres que sofrem de endometriose o email e http://www.endoamigas/sp e como um grupo de apoia para mulheres que sofrem desse mal que nos atormenta a cada ciclo mestrual força e boa sorte a essa jornada dificil que e essa doença

  5. Olá Mia, gostei de ver sua história tb sou portadora da endometriose, descobri a mais ou menos 4 anos já na mesa de cirurgia retirando um pedaço do intestino, depois de 2 meses perdi um dos ovarios e na sequencia passei por duas video-laparoscopias para retirada dos focos de endometriose maiores, a dois meses descobri mais 4 endometriomas e estou em tratamento para tentar engravidar antes de perder o outro ovario, mas sou muito otimista e a doença não me tira a vontade de viver e de ser uma pessoa normal. Eu quiz deixar este recado p/ vc para que pudesse ver que devemos ter a força necessária para vencer todos os obstaculos. Um grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: